terça-feira, 4 de outubro de 2011

EU DESNUDA A TI


Do mesmo tanto que te amo é o que temo
temo te deixar

temo mais ainda ser deixada por ti

As vezes não sei separar as coisas e a muito tempo venho me resignando ao que o Senhor pode me dar e não ao que eu gostaria que pudesse me dar
As vezes espero mais de ti, outras vezes recebo muito mais do que pensei em receber

Minha cabeça anda confusa ....
Não sei se sou suficiente, eu tento, juro que tento,
Ainda assim me paira a dúvida
se sou suficiente para o Senhor
De um lado uma vontade enorme de te servir... ser sua submissa,
sua amiga, sua menina.... enfim ser tudo que te faça feliz
De outro lado a vontade egoista de tê-lo mais perto de mim e saber que não posso cobrar nada

Almejar isso me faz sentir-se culpada, frustada
O que fazer contra o que sinto e que está me impedindo de me aconchegar no seu peito?
Eu quero apenas ser uma mulher submissa, ser amada, protegida, ser cumplice de suas vontades
e em troca de seu cuidado, amor e proteção lhe ofertar a cada instante minha servidão

7 comentários:

{Selena}_D.M. disse...

Amiga

Acho que não tem uma submissa que não isso que esta sentindo agora, principalmente essa que vos fala. Mas não se sinta culpada amiga, pq essa teoria que a verdadeira submissa faz tudo por seu Dono sem esperar nada em troca não existe, ninguém fala nada sem esperar nada em troca, mas felizmente acho que temos muito deles, temos pessoas sérias, de bem, que cuidam de nós e nos protegem da maneira que podem. Então não fique triste, e não se esqueça que se sentir sozinha aqui vc tem uma amiga e uma pode deitar no colo da outra e dar nosso carinho de amiga
Bjs

O caminho de perséfone core disse...

Mila, vc não me conhece, nunca conversou comigo, há algum tempo leio seu blog e me enxerguei em muitas coisas que escreve.

Custei a me aceitar, tinha medo de mim mesma e de minhas sensações.

Minha submissão, é recém reconhecida e agora, lendo e sentindo, estou trilhando, um caminho.

Passo a te seguir, posso?

Beijos!

{perséfone core}_DC

yaffa de LEON disse...

Acho que é extamente assim que todas nós a vezes nos sentimos. Dúvidas e questionamentos fazem parte da nossa trajetória que diga-se de passagem, não é fácil. É por esse motivo que sempre digo que nosso tipo de relação é imensamente prazerosa mas igualmente complexa.
Só os fortes são capazes de suportar o vai e vém de sentimentos adversos, só os fortes são capazes de servir, portanto, acho que tirar de tudo isso o conhecimento pleno de nossa capacidade já é um bom caminho para que cheguemos a satisfação mais que completa para aquele que com tanta devoção nos deixamos guiar.
Se tem dúvidas amiga, parabéns, é sinal que pensa e com isso procura fazer o melhor.
E faz, tenho certeza disso!
bjs meus
yaffa de LEON

([{mila}])MAGNO disse...

selene e yaffa é vero viu, somos todas iguais né, obrigado pela visita de voces aqui, fiquem a vontade minhas amadas.

perséfone, seja muito bem vinda aqui, fico feliz que meu cantinho aqui colaborou para o seu crescimento, fica a vontade menina para comentar e me visiatar

beijos a todas

{sub-mara}LORD DEIMOS disse...

Se alguém souber uma fórmula para se entregar plenamente sem amar, por favor me ensine...

Sei que não devemos esperar nada em troca de nossa entrega, mas sim esperamos, e quando recebemos nossa entrega é ainda mais intensa e mais linda...

Beijos flor...

myrAh disse...

se sabemos muito bem o que sentes neste momento, sabemos também que vai passar!

Todas nós, em determinado momento conhecemos estes sentimentos, mas tudo se acerta!

Apenas siga serenamente, não procure respostas... as respostas te encontrarão, no momento exato.

Carinhos e flores da amiga
myrAh

{ÍsisdoEgito}JZ - Tua, somente tua disse...

Linda mila do SENHOR MAGNO,

tuas palavras expressam o amor, carinho e servidão que oferece ao teu SENHOR e DONO.

Nada mais precisa ser dito, mas claro, aproveitarei pra elogiar a belíssima foto que ilustra tuas divinas palavras.

Aproveito também, para dizer que tem um presentinho lá no blog pra você.

;-)

Parabéns ao casal!

Beijos carinhosos,

ÍsisdoJUN